terça-feira, 15 de abril de 2008

Eliane Cantanhêde só pensa naquilo

Entre 1º e 12 de abril, sete textos de Eliane Cantanhêde (“Gente!”) foram publicados na Folha de São Paulo. Apenas no dia 4 a comentarista não rastelou as garras na imagem da ministra Dilma Roussef. Em seis artigos de sete (85%), Cantanhêde partiu para cima da candidata preferida de Lula à própria sucessão. Fiz uma compilação de frases desses dias.
Dia 1º de abril: “Alguns caciques petistas podem nem ter nada a ver com o vazamento, mas não ficaram nem um pouco tristes com o sufoco da ministra e o recuo da presidenciável”.
Dia 3 de abril: “Dilma Rousseff nem decolou e já sacoleja sob o impacto do dossiê do uiscão”.
Dia 6 de abril: “A ministra pode até ficar, mas a candidata acabou, desmoronou”.
Dia 10 de abril: “A candidatura Dilma desmoronou, e está na hora de apurar se há condições de reconstrução”.
Dia 11 de abril: “Dilma deu pane antes da decolagem”.

A obsessão não é exclusiva da nobre senhora. Veja os títulos das últimas quatro colunas semanais de Kennedy Alencar no Folha Online: “Por que Lula quer Dilma” (21 de março); “Dilmagate” (28 de março); “O terceiro mandato de Lula” (4 de abril) e “Dilma, a ministra que encolheu” (11 de abril).

Afinal, o que há em Dilma Roussef que tanto assusta essa gente? Voltarei ao assunto.

3 comentários:

Anônimo disse...

Olha, Guilherme, os porta vozes da elite revoltada com o metalúrgico no poder estão por toda parte e não dão trégua. E eles jogam sujo, estão pouco ligando pra ética (êta, palavrinha manjada esta!) ou pra boa educação (o baitola do reinaldo azevedo é um bom exemplo). Ainda bem que ainda temos gente boa neste país, como o pessoal da Caros, da Fazendo média, o Nassif, você, e outros tantos que se recusam a se vender, o que me deixa bastante contente e ainda otimista com os rumos do país.
Abraço.
Jair

Ivan Moraes disse...

"Afinal, o que há em Dilma Roussef que tanto assusta essa gente?": competencia. A media comprada ataca qualquer aparencia de competencia.

Kelen disse...

Agora entendo...

Recebi a tempos atrás um e-mail retratando a "terrorista" Dilma Roussef nos tempos de sua luta contra a ditadura militar e seu "perigoso" envolvimento nos altos escalões do poder na era presidente Lula... na época achei um verdadeiro absurdo um e-mail desses, que retrata Dilma como um perigo à sociedade, trazendo informações descontextualizadas e vazias... agora, passados alguns meses, consigo entender a dimensão pretendida por aqueles que estão retransmitindo tal msg via internet... querem, a qq custo, desmoralizar a imagem de Dilma antes mesmo que ela se firme como candidata à sucessão presidencial... é, preparem suas armas, pq pelo que se tem visto, a briga será feroz...